Dicas para um Natal sustentável

decoracao-natal (10)

Chega essa época do ano é inevitável: sempre queremos presentear alguém especial! De presentes para amigos a brinquedos para crianças; dos enfeites natalinos a comida para os encontros familiares e a consequencia disso é mais lixo sendo produzido. No entanto, há como evitar abusos na produção individual de lixo nesta época, sem que as festas percam o brilho.

A primeira preocupação deve ser com a quantidade de embalagens. Para a comida, uma alternativa é a compra de alimentos a granel, especialmente válida para grãos e frutas secas. Ajuda também procurar escolher sempre embalagens retornáveis ou que contenham quantidade ou peso maior e optar por usar copos, pratos e talheres não descartáveis. Por outro lado, fazer um planejamento do número de pessoas que participarão dos encontros evita o desperdício de alimentos.

Reutilizar embalagens antigas ou transformar caixas na hora de presentear também é uma dica na redução do lixo. Dá para abusar da criatividade, fazendo um mosaico com diferentes papéis usados, por exemplo, forrando uma delas. Ao mesmo tempo, preservar as embalagens dos produtos que receber é uma medida inteligente.

Outra dica valiosa é quanto aos enfeites natalinos. Por que comprar mais e mais luzes todos os anos? Por que trocar a árvore artificial a cada Natal? Boa parte acaba no lixo. Na hora de fazer compras, o impulso deve ser contido. Um novo celular só deve ser comprado se o antigo quebrou, não somente porque um novo modelo agrada. Vale ressaltar que, além de gerar lixo, a intensa produção industrial demanda matéria-prima, uso de energia e água.

Natal é, enfim, uma ótima época para praticar o consumo consciente, um grande exercício em busca da sustentabilidade. Mais importante do que se preocupar em encaminhar materiais recicláveis para a coleta seletiva é evitar o descarte. Como? Reduzindo a quantidade comprada e reaproveitando materiais.

Emmanuel Tomaz