Prestes a completar 57 anos, Brasília passa pela pior crise hídrica de sua história

20170413_093555
Recém franqueado TRC Sustentável em Brasília, Bruno Melo.

Desde o início deste ano, Brasília (DF) vem passando por uma situação incomum. É certo que, desde janeiro, tem chovido menos que o esperado por lá. Naturalmente, o nível dos reservatórios caiu e a população teve que passar até mesmo por momentos de rodízios, por determinação do governo local. No entanto, assim como aconteceu em São Paulo, em 2014, as causas da falta de abastecimento de água não podem ser atribuídas única e exclusivamente ao clima. O problema de abastecimento de água se dá, em sua maioria, à questões de gestão e planejamento públicos. E é nesse contexto que a economia de água se faz fundamental dentro das casas, comércio e indústrias locais.

Situação difícil essa, não? Pois é em meio a essa crise hídrica – que está sendo considerada a pior da história de Brasília – que empreendedores como Marcela Mello Rosa, de 28 anos, e o administrador de empresas Bruno de Sousa Vaz de Melo, de 34 anos, viram uma ótima oportunidade de empreendedorismo. “A meu ver, o crescimento demográfico, a ocupação irregular de áreas próximas aos mananciais de abastecimento e o baixo investimento em obras de captação, são os principais motivos para essa situação crítica enfrentada pela população do DF”, analisa Marcela.

Por isso, ambos decidiram investir em unidades da TRC Sustentável (Tecnologia em Redução de Custos), a primeira e única rede de franquias do mercado a oferecer serviços e soluções em economia de água para imóveis residenciais e comerciais. Marcela abriu sua unidade na região do Plano Piloto, Lago Norte e Lago Sul, em novembro de 2015, enquanto Bruno deve iniciar as operações de sua unidade em maio (próximo), no setor Águas Claras.

Além do lugar, o que eles têm em comum? A paixão por questões relacionadas à sustentabilidade, o olhar apurado para novos mercados e muita força de vontade. Na opinião de Marcela, que anteriormente a TRC, trabalhava em uma empresa de consultoria ambiental, ainda há muito a se fazer com relação à educação ambiental, no Brasil. “Precisamos despertar a consciência nas pessoas e sair do comodismo. Ser sustentável requer sacrifícios e renúncias”, enfatiza.

“Além do rodízio, a CAESB (Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal) está cobrando uma taxa de 40% sobre o valor da conta de água, como medida para reduzir o consumo, sem data para término. Outra medida é a redução da pressão da rede de água no período da noite”, conta Marcela.

Atitudes refletidas em números

IMG_20170405_204056916
Franqueada Marcela Mello Rosa, primeira franqueada TRC Sustentável em Brasília

A unidade de Marcela é referência em Brasília pelos serviços prestados, principalmente, com a venda do P.G.A, um Projeto de Gestão de Água totalmente legal e ecologicamente correto, capaz de reduzir o consumo de água dos clientes em até 60%, exclusivo da marca TRC, no Brasil. O sistema desenvolvido pela empresa propõe quatro etapas: análise dos hábitos de consumo, verificação de vazamentos, instalação dos dispositivos e acompanhamento feito por um software que monitora os gastos diários do cliente.

E foi com essa tecnologia que, recentemente, ela conseguiu um feito inédito em um condomínio residencial. A conta do cliente foi de, nada mais nada menos, R$ 24.268,32 para R$ 14.970,50. “Quase R$ 10 mil de redução em cinco meses, desde a implantação do PGA”, conta.

A franqueada conta que o principal problema enfrentado por esse condomínio era a pressão excessiva das torneiras e vazamentos em vasos sanitários, o que gerava um consumo excessivo e desnecessário de água. Aplicou-se então o P.G.A. Foram instalados restritores de vazão (dispositivo patenteado pela TRC Sustentável) em todas as torneiras, exceto as que já possuíam um fluxo de água muito baixo.

“Instalamos também o estabilizador de pressão (dispositivo patenteado pela TRC Sustentável) que gera uma pressão negativa estabilizando a rede hidráulica. Este é instalado em até 20 metros após o hidrômetro. Aplicamos as TEAs ( Técnicas de Economia de Água) em todos os vasos sanitários e registros, de forma a reduzir a quantidade de água utilizada das descargas, sem contudo, comprometer seu funcionamento”, conta. Segundo ela, carrapetas e as válvulas de descarga também foram trocadas, quando necessário.

Dessa forma, a redução da pressão excessiva das torneiras, assim como a eliminação de pequenos vazamentos em torneiras e vasos sanitários, foram os principais problemas solucionados. Só que o serviço de Marcela não acaba aí. Esse foi apenas um exemplo. “Frequentemente entregamos a cada morador local panfletos e avisos informando sobre a importância de se ter um uso mais racional da água e apresentando dicas de como economizar em casa”, acrescenta.

A todo vapor

É com esse mesmo engajamento que, enquanto isso, o franqueado Bruno se prepara para colocar em prática tudo aquilo que acredita. O investidor, que está em fase de implantação de sua unidade em Brasília, tomou a decisão de apostar na TRC em razão da confiança na tecnologia apresentada pela marca. “A possibilidade de se tornar o conceito ‘sustentabilidade em ação (prática), e as grandes chances de redução de custos, uma vez que a crise não se limita ao meio ambiente, mas também à instabilidade financeira pela qual todos são afetados direta ou indiretamente, foi o que mais me atraiu na rede”, revela. “Assim, considero a TRC Sustentável como o negócio do momento, uma vez que une a necessidade do uso consciente da água e a redução no gasto mensal da conta, gerando uma realidade benéfica a curto e longo prazo”, enfatiza.

De acordo com o novo da franqueado da rede, a crise hídrica na capital do país é uma triste realidade, desde meados do ano passado. “Nossa cidade é abastecida por dois principais reservatórios, o Santa Maria e o Descoberto, ambos com a capacidade de captação reduzida, e, por isso, enfrentamos racionamento por, pelo menos, uma vez por semana e ficamos sem água por 24 horas nessas oportunidades. Inicialmente, somente as cidades satélites sofreram as restrições, porém, o racionamento se estendeu ao Plano Piloto, e cerca de dois milhões de pessoas são afetadas, atualmente”, conta.

No entanto, assim como Marcela, Bruno vê uma solução para o problema do desperdício de água no Brasil mais relacionada à educação, à base da formação de cada um. “A cada dia que passa, o brasileiro está mais informado e consciente da necessidade em respeitar e preservar o meio ambiente. Ações como reciclagem de materiais, gerenciamento de resíduos sólidos, coleta seletiva, uso racional da água e geração de energia por meio de fontes não poluentes são cada vez mais comuns no país”, acredita. “Cada um fazendo sua parte, inclusive o governo federal, todos saem ganhando!”, finaliza.

SERVIÇOS:

TRC Sustentável Brasília – Marcela Mello Rosa

Endereço: SRTVS Quadra 701; Bloco K; Sala 428; Asa Sul, Brasília (DF)

Tel.: (61) 3031-1690

E-mail: adm.df@trcsustentavel.com.br

Site: http://df01.trcsustentavel.com.br/

TRC Sustentável Brasília – Bruno de Sousa Vaz de Melo

Endereço: SPLM Conjunto 12 lote 01-A – Setor Placa da Mercedes, Brasília (DF)

Tel.: (61) 3254-1678 / (61) 9.9957-0405

E-mail: eueconomizo@trcsustentavel.com.br

SOBRE A TRC SUSTENTÁVEL

A TRC Sustentável (Tecnologia em Redução de Custos) é uma rede voltada para o desenvolvimento e comercialização de projetos voltados à sustentabilidade, auxiliando na preservação do meio ambiente. Fundada em 2004, a empresa adotou o modelo de franchising em 2013 e, atualmente, possui mais de 45 unidades em 15 estados brasileiros. A TRC Sustentável se destaca no mercado por seus projetos e serviços exclusivos que auxiliam na redução de consumo de água significativamente. Entre eles o PGA, um projeto que inclui consultoria, know How, prestação de serviços e dispositivos aplicados que evitam desperdício de água, gerando economia.

Publicado em 20 de Abril no Jornal Dia a Dia.