Desde o último sábado, 28, a prefeitura de São Paulo está multando quem lavar calçada utilizando água tratada ou potável. A multa para quem descumprir a ordem será de R$ 250 e, em caso de reincidência será dobrada e vale também para quem utilizar água para lavar carro e quintal que não seja de reuso.

A lei só permite a lavagem das calçadas com água tratada ou potável em casos extraordinários, como alagamento, deslizamento de terra, derramamento de líquidos oleosos ou quando o serviço público não fizer a limpeza depois de feiras livres.

Quem lavar a calçada com água potável na capital poderá ser multado em R$250

A capital paulista sofre com a falta de chuvas que está deixando o Sistema Cantareira em alerta e colocando em risco o abastecimento de água na cidade. A Agência Nacional de Água ainda não decretou oficialmente o estado de alerta, mas a situação é preocupante visto que a central está operando com 39,9% de sua capacidade.